Saiba quais são as melhores plantas para ambientes internos

Elas ajudam a relaxar, filtram o ar, equilibram a umidade do ambiente, têm poder de cura, auxiliam na concentração e diminuem o stress. Há diversas vantagens em viver rodeado por uma selva particular. Por outro lado, muitas pessoas não acreditam possuir um ambiente ideal para o cultivo. O segredo para incluir o verde na rotina é saber quais são as melhores plantas para ambientes internos.

Existe uma boa gama de opções de plantas para dentro de casa, cada uma com suas especificações de cuidados e habitat ideal. Conheça as espécies mais indicadas para espaços fechados e comece agora a levar vida para o seu lar.

Plantas para ambientes internos por cômodo

Plantas para ambientes internos por cômodo

A Marina Coutinho, dona da DaHorta – Cultivo Afetivo, acredita no poder da natureza para cuidar do lar, do espaço e de quem se ama. Dessa forma, a expert deu algumas dicas de como escolher as melhores plantas para apartamento e espaços fechados. Veja como cada espécie pode se encaixar perfeitamente em cada cantinho da sua casa.

Plantas para a sala

Na área de convivência, é possível distribuir plantas para ambientes internos que precisam de luz, já que o espaço costuma ter janelas ou varandas para que elas tomem seu banho de sol diário. O conselho da Marina é apostar em artigos grandes, que trazem aconchego e um ar de casa para o ambiente. Por isso, não tenha medo de ousar com a costela de adão e a ficus lyrata, por exemplo.

Receba o conteúdo do blog ARTEX por e-mail

Inscreva-se Política de privacidade

Plantas para o quarto

Plantas para o quarto(Plantas: DaHorta – Cultivo Afetivo)

O mais indicado aqui é o uso de espécies que filtram o ar e não tenham cheiro, principalmente para quem sofre de alergias. A Marina recomenda a jiboia, mas outras variações como espada de são jorge, dracena, ficus e hera também funcionam como purificadores naturais e não exalam odores.

Se você tem uma janela grande no quarto, vale optar pela espécie da foto, chamada de guaimbé. É uma planta muito parecida com a costela de adão, que adora luz e sol e precisa ser regada de duas a três vezes por semana.

Plantas para o banheiro

Espécies que gostam de umidade são perfeitas para o banheiro, e a samambaia é uma delas. A boa notícia é que a plantinha é muito fácil de cuidar e fica linda em todos os espaços da casa. Outras semelhantes são dinheiro-em-penca, rosa do deserto e lírio da paz.

As famosas suculentas

Plantas para ambientes internos - suculentas(Plantas: DaHorta – Cultivo Afetivo)

Elas são as novas queridinhas da decoração, com razão. As suculentas são fáceis de cuidar e resistentes, mesmo às mãos com menos jeito para plantas. Isso porque elas possuem um corpo robusto, que armazena água em suas folhas. Segundo a Marina, o ideal é mantê-las em local bem iluminado, mas sem bater sol direto, já que uma grande exposição pode prejudicar espécies roxas e que se parecem com flores.

Para entender a rega, basta observar as plantas. Se elas estiverem murchas, coloque água. Isso costuma acontecer mais ou menos a cada 10 dias. Ou seja, as espécies são perfeitas para quem não tem muito tempo para se dedicar a elas.

Horta particular

Plantas para ambientes internos hortinha(Plantas: DaHorta – Cultivo Afetivo)

Ter um vasinho com temperos frescos é uma delícia. Orégano, alecrim, manjericão, hortelã, salsa e coentro são variações que ficam bonitas na mesa de jantar e na jardineira da janela. Elas também são ótimas plantas para cozinha.

A especialista Marina Coutinho recomenda a rega diária, feita longe do sol. Ela também indica manter as espécies em local que receba no mínimo 3 horas diárias de luz natural. Para ter plantas sempre lindas, a dica é aplicar adubo orgânico a cada 40 dias e podar o mais rente possível, próximo caule.

Morar em apartamento não é mais desculpa. Escolha suas plantas para ambientes internos preferidas e crie uma selva urbana cheia de vida em seu lar.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário