Como a cromoterapia pode te ajudar a dormir?

Sofre de insônia e já tentou de tudo para resolver esse problema? A cromoterapia, técnica natural que se baseia no poder de cura das cores, pode ajudar. Com origem nas civilizações antigas, ela é usada há milhares de anos para tratar condições físicas e mentais. E, ao ser aplicada no quarto, tem o potencial de melhorar a qualidade do sono.

Quer entender qual o poder das cores na cromoterapia e como usar isso a seu favor para dormir melhor? Neste artigo, vamos explicar como funciona a técnica e como aplicar cores relaxantes na decoração do seu quarto.

O que é cromoterapia?

Cromoterapia

Reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde), a cromoterapia utiliza as cores como meio terapêutico. Isso porque cores são, basicamente, o espectro visível da radiação eletromagnética. E estudos científicos mostram que as células do nosso corpo se comunicam com a luz por meio dos seus agentes luminosos, os fótons. Assim, especialistas afirmam que nosso organismo absorve as energias das diferentes cores.

Existem hoje tratamentos cromoterápicos bem precisos, baseados no uso de bastões de luz e banhos de imersão. No entanto, a escolha das cores em casa também tem grande influência no seu bem-estar. Usar os tons adequados no quarto é, portanto, uma forma não invasiva de lidar com as dificuldades de sono.

Quem trabalha com a técnica afirma que ela é capaz de aliviar estresse e tensão, fazer-nos dormir mais facilmente e evitar que despertemos várias vezes no meio da noite.

Qual o significado das cores na cromoterapia?

Cromoterapia

Deu para ter uma ideia de por que as cores influenciam nosso bem-estar, não é? Mas essa influência pode ser tanto positiva quanto negativa. Por isso, vale levar em consideração a cromoterapia na hora de escolher as cores para o seu quarto.

Em linhas gerais, considera-se que azul, verde e amarelo claro são as melhores cores para ter uma noite de sono longa e tranquila. Veja os efeitos que essas e outras cores costumam ter no nosso organismo.

Azul

Cromoterapia

Considera-se que o azul é excelente para promover uma sensação de serenidade, que é muito benéfica na hora de dormir. Essa cor se relacionada a paz, harmonia e tranquilidade, remetendo ao céu e aos oceanos. De acordo com a cromoterapia, o azul ajuda a reduzir a frequência cardíaca e o ritmo respiratório, além de inibir a adrenalina.

Amarelo

O amarelo é conhecido por potencializar a criatividade e estimular a espontaneidade e a comunicação. Em nuances mais vibrantes, é uma cor interessante para quartos que sirvam como lugar de trabalho. No entanto, se você escolher um tom claro e suave, essa cor também pode ajudá-lo a dormir melhor.

Verde

Cromoterapia

A cor verde remete à natureza e acalma o organismo. Considera-se que ela cria um ambiente equilibrado e harmônico, com efeito relaxante e refrescante. Segundo a cromoterapia, por favorecer a circulação e reduzir a pressão arterial o verde ajuda a lidar com a insônia e a irritabilidade.

Além disso, considera-se que a cor tem poder revigorante, auxiliando na recuperação do corpo e da mente. Não por acaso, ela é muito usada em hospitais. Vale ressaltar, no entanto, que esses efeitos são atribuídos a tons de verde mais claros, e não vibrantes.

Vermelho

Cromoterapia

O vermelho, por sua vez, não é um tom muito indicado para quem quer estimular o relaxamento. Essa cor está ligada a vitalidade e energia, sendo muito estimulante para o corpo. Seu uso moderado contribui para provocar foco mental e estimular a autoestima e a criatividade, mas em excesso ela pode gerar irritabilidade. Para dormir bem, prefira nuances mais claras, como rosa.

Roxo

Roxo e lilás são cores ligadas à manutenção da saúde mental e usadas para criar conexão entre pessoas. No entanto, por ter uma forte ligação com a criatividade, elas estimulam o inconsciente. Por isso, especialistas em cromoterapia consideram que dormir em um quarto roxo não é o ideal. Seu sono pode ficar mais agitado, com muitos sonhos vívidos.

Como aplicar a cromoterapia no quarto?

Cromoterapia

Uma forma muito eficaz de incluir cores no quarto é através das tintas ou papéis de parede. Mas você também pode conseguir um efeito similar usando os tons escolhidos em outros elementos do cômodo.

Aliás, móveis, cortinas, tapetes, almofadas e roupas de cama são bons exemplos. Escolha um tom para usar como base e explore as possibilidades de decoração.

Mais cores para o seu quarto:

Gostou das dicas para usar a cromoterapia no quarto e melhorar a qualidade do seu sono? Então compartilhe este artigo!

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário